encontro sobre escrita

Oficinas de Escrita: A passagem ao ato de escrever

“Nós, psicanalistas, conhecemos muito bem a dúvida certamente angustiante de tornar possível uma narrativa psicanalítica”. ( Buschinelli, C. 2017)

 

Tomar em consideração a angústia diante do papel em branco, tocada de forma sensível por Cintia Buschinelli na Circular II do I Encontro de Escrita, foi a pedra fundamental na construção deste projeto da Diretoria Científica.

Imediatamente após a fundação, a passagem ao ato de escrever surgiu como algo incontornável.

Dedicadas ao estudo de tal tema, a Comissão tem um encontro decisivo com o livro “A Voz do Escritor”, do poeta e crítico literário A. Alvarez, uma obra considerada “ …a fonte ideal para entendermos como escrever, ler, escutar, viver contribui para a arte do escritor.”

Selecionamos, para compartilhar com vocês, nossos leitores, o trecho do capítulo 1, que legitima a realização das Oficinas de Escrita:

“O escritor descobre essa relação estranhamente revigorante e libertadora entre a realidade física e o prazer estético quando encontra sua própria voz: é o que destranca cadeados, abre portas, e lhe permite começar a dizer o que ele quer dizer. Mas para encontrar essa voz, ele precisa antes dominar o estilo; e o estilo, nesse sentido, é uma disciplina que se pode obter por meio de um trabalho árduo, como a gramática e a pontuação”.

Referência Bibliográfica

– Alvarez, A. (Alfred), 1929-

A voz do escritor/ A. Alvarez; traduc,ào Luiz Antonio Aguiar.- Rio de       Janeiro: Civilizac,ão Brasileira, 2006.

– Buschineli, C. Circular 2 do projeto I Encontro de escrita- 27/11/2017

https://psicanaliseblog.com.br/category/.i-encontro-sobre-escrita